Foto158

Moça, você é livre

Posted on Posted in Vida & Poesia

Você não tem que seguir um padrão nem se sentir esquisita quando alguém te achar “diferente” e você se enxergar bonita. Não precisa se curvar a tudo o que os outros disserem nem fazer tudo de acordo com o que as outras pessoas querem. Penteado, salto alto, maquiagem, academia, de que vale tudo isso se você tiver vazia?

Moça, você é livre, essa vida é toda sua. Vista o corpo como quiser, mas deixe a alma nua. Viva com simplicidade e abrace o essencial, dê sempre o melhor de si e ignore quem te faz mal. Você não tem que ser assim, como diz a ditadura que divulga uma beleza pra te deixar insegura. Você apenas tem que ser do jeito que você é, seja gostando de reggae ou até fazendo balé.

Moça, você é livre para gostar de dançar, pra fazer mil piruetas e depois cair no mar. Você pode comer doce, ir ao cinema sozinha, trabalhar como engenheira e não gostar de cozinha. Você pode andar de tênis, ter cabelo colorido, cantar no karaokê, rir do que não tem sentido. Pode ir para a balada e não ficar com ninguém ou ficar com quem quiser, se o outro quiser também.  Só não pode se cobrar por não ter um grande amor, isso é só um detalhe, não se cobre, por favor!

Moça, você é livre, aproveite a liberdade! Faça tudo o que quiser, coma o que tiver vontade, não aceite limitações, nem cantadas baratas e mande àquele lugar toda aquela gente chata. Use salto, maquiagem, vá à academia, mas só faça tudo isso se te encher de alegria. Não siga todas as regras, nem se cobre demais. Ouça a sua intuição, dê voz ao seu coração e ele se encherá de paz.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *