Postado no dia Janeiro 7, 2016

Agora que estou sozinho, ficou mais fácil respirar. Eu precisava dessa liberdade. Essa é a verdade. Precisava de espaço, tempo e de minha própria companhia. Em meu lugar o que você faria? Tenho meus projetos e sempre deixei claro o quanto eles são importantes. Das minhas metas eu não abro mão nem por um instante, mesmo que precise abdicar de outras coisas, outras pessoas… E de você. Desculpe, mas eu precisava dizer.

Não, eu não sou insensível. E sim, eu te amei. Você viu como me entreguei. Mas sabe, com o tempo foi caindo na rotina, virando mesmice e isso me cansou. Foi tanta briga que me sufocou. Era cuidado demais, tempo demais. E muita cobrança. Uma hora a gente cansa. Nem todo mundo percebe, mas até os sentimentos se desgastam. Eu chegava em casa exausto, querendo paz e sossego. Você não me dava arrego. Queria atenção e eu não correspondia, por mais que tentasse. A gente discutia, você se alterava, eu me isolava. E assim a gente vivia.

Hoje, sozinho, lembrei de você. Cheguei a sentir sua falta, pensei em te procurar. Era bom ter alguém com quem conversar, alguém que pensava em mim e cuidava do jantar. Mas, se eu te ligar, o que poderei dizer? Não quero iludir você, nem voltar atrás. O que eu sentia por você já não existe mais. Só quero uma companhia em um momento de melancolia. Quero alguém que se importe comigo e me dê um ombro amigo. Eu faço o café e você me faz um cafuné, mas isso acaba no outro dia.

Quero poder ligar quando me sentir sozinho e em troca receber algum carinho, mas não quero compromisso. Entenda, não é isso. Não quero uma relação, muito menos solidão. Quero a liberdade de conhecer qualquer pessoa ao sair pela cidade quando estiver à toa. Dá pra entender ou é difícil pra você? Eu quero o que eu tinha, mas não te quero minha. Prefiro que quando termine as coisas voltem ao seu lugar. É melhor deixar tudo do jeito que está.

Já fizemos isso muitas outras vezes, podemos fazer novamente. Só queria que controlasse tudo o que você sente e não se apegasse, nem ficasse pensando “e se a gente voltasse”? Entenda, não dá mais, o que eu priorizo agora é manter esta paz. Mas, às vezes, te quero aqui comigo. É que de vez em quando a gente precisa de abrigo, carinho e atenção. Então me dê a mão, mas não precisa voltar comigo.

Não sei o que está acontecendo. Há uma semana te ligo e você não está atendendo. Encontrei aquela sua amiga outro dia no bar e ela me disse pra eu parar de te ligar, que você já tinha superado. Como assim, eu já fui descartado? Cadê aquela menina que sempre corria atrás? Tornou-se uma mulher e agora pra ela virei tanto faz? É difícil entender. Sempre que eu te ligava você corria pra vir me ver. O que aconteceu? Passou tão pouco tempo e já me esqueceu? Onde foi parar tudo o que você sentia e todas as coisas bonitas que sempre me dizia?

O meu melhor amigo te viu com alguém descendo a sua rua e me disse pra esquecer, que a vida continua. Achei que não fosse sentir tanto, mas eu gostava de você, só não sabia o quanto. E sabe o que é pior? Olhar pra todo lado e me ver completamente só. Ligar e não ter resposta, saber que é de mim que você já não gosta. Agora é aceitar. Quem manda com seus sentimentos eu insistir em brincar? Eu só não imaginava que terminaria assim, já estava acostumado a ouvir sempre teu “sim”. E agora, o que fazer? Hoje me dei conta, eu perdi você. Agora que estou sozinho, me perdi. Você era meu caminho, mas só hoje eu entendi.

Bia Lopes Bia Lopes é publicitária com 9 anos de atuação como coordenadora de marketing em assessoria de comunicação. Cordelista, publicou a trilogia Ana Lísias em Cordel, obra dedicada ao público feminino. Também formada em Gestão de Recursos Humanos e trabalha com desenvolvimento humano por meio de palestras, minicursos e capacitações. Ativista da causa animal e apaixonada pela vida. Nas horas vagas, gosta de observar o mundo e descreve-lo neste blog.
Mais em Vida & Poesia
  • Olha, quer saber? Cansei de me guardar, Cheguei à conclusão Que é melhor transbordar. Não…

  •   Quando alguém confia Em outra pessoa É porque acredita Que é gente boa E…

  • Quem quiser falar que fale, Mas não venha se impor Pois serei sempre eu mesma…

  • Só vejo uma grande verdade Nesse ditado primordial: Não há no mundo quem possa Colher…

  • Uma amiga me falou: “Alguns amores são impossíveis, Então fazemos um grande esforço Pra que…

  • Últimas Histórias
    Ver todos os posts

    Youtube

    Não veja esse vídeo

    Aprenda a ficar sozinha

    Mulheres & Novelas

    Moda é ser livre (e respeitar o próprio corpo)

    Moça, você é livre

    É proibido passar dos 30