Foto180

Não leia esse texto

Posted on Leave a commentPosted in Cotidiano

Não leia esse texto. Ainda há tempo de desistir. Há coisas que você não deve saber e eu não quero ser portadora de más notícias. Na verdade esse é um texto bem realista. É sobre o que você não gosta, mas tem que fazer. Sobre gente que você não suporta, mas tem que aturar. Sobre machucados, hematomas e feridas. Esse é um texto sobre a vida. Pois bem, agora que você já chegou até aqui (e eu já comecei a abrir o jogo) quero ser bem sincera: a vida não é fácil. Tudo bem, a frase é clichê e você […]

16650769_10208257145453075_396583938_o

Anda, vem comigo!

Posted on Leave a commentPosted in Vida & Poesia

Anda, vem comigo, não espere a hora passar! O que eu quero viver com você tem pressa para começar. Vem, me acompanha, vem seguindo os meus passos, me deixa fazer nossa trilha enlaçada nos teus braços. Não deixe para depois nem espere anoitecer, porque na nossa vida tem muita coisa para acontecer. Segue o teu coração, abraça o nosso caminho, que amar é liberdade e o mundo é nosso ninho. Anda, vem comigo e me ensina a ser melhor toda vez que eu errar e me sentir menor. Anda, vem aqui, vem viver isso comigo, vem ser meu namorado, meu amante e meu amigo! Há uma vida […]

IMG_9284

Um dia a gente sobra

Posted on Leave a commentPosted in Cotidiano

Você já teve a sensação de estar sobrando? Num namoro, casamento ou até mesmo em uma amizade? Bom, seja lá como tenha sido, tenho certeza de que esse não é um sentimento muito bom. Ninguém gosta de se sentir um peso a mais, que não cabe ali, que não se encaixa bem ou que não faz diferença. Ninguém quer ficar na gaveta e ir pra estante só em dia de festa. Aliás, ninguém quer ser um enfeite, né? A gente quer mesmo é participar, ser útil, ser bem-vinda, ser cogitada, solicitada. Afinal, quem não gostaria de ser sempre lembrada? Bom, […]

IMG-20160922-WA0037

Amar dá trabalho

Posted on Leave a commentPosted in Cotidiano

Amar dá trabalho. Ah, se dá! Talvez seja uma das coisas mais trabalhosas da vida, porque amar requer envolvimento. E se você não equilibra, vira tormento. A gente tem que aprender a se doar, ceder, pensar mais no outro, trabalhar a empatia. É um estado de doação contínua, de aprendizado, companheirismo, parceria e fidelidade. Porém, amar também requer boa vontade. É quase um sacrifício diário de nossos próprios desejos para dar lugar aos desejos do outro, mas sem nos deixar anular. Eu sei, parece complicado. Não é tão simples amar e ser amado. Quer saber? Amar dá uma trabalheira. Requer […]

Agora que estou sozinha 1

Aprenda a viver sozinha

Posted on 5 CommentsPosted in Cotidiano

A frase parece dura e o conceito um tanto egoísta, mas a realidade é que isso pode sim, ser algo bom para você. Temos a mania de achar que precisamos de alguém para quase tudo na vida, porém, cometemos um erro gravíssimo ao pensarmos assim. Primeiro porque não é sempre que as pessoas estão disponíveis. Acabamos contando demais com a companhia dessa ou daquela pessoa e nos frustramos quando elas não podem vir até nós ou quando fazem planos/programas e não nos incluem. E é nessa frustração que mora o perigo. Começam as cobranças, as chateações e ambas as partes […]

IMG_1791

Se eu pudesse voltar no tempo

Posted on Leave a commentPosted in Vida & Poesia

Se eu pudesse voltar no tempo e novamente te encontrar, tanta coisa eu faria somente pra te alegrar! Seguraria a tua mão, ouviria teu coração e te pediria pra cantar. Se eu voltasse àquele tempo em que te via a qualquer hora, certamente eu seria bem mais feliz que agora. Faria do teu sorriso meu eterno paraíso e não te deixaria ir embora. Ah, se o tempo voltasse até aquele dia, os meus pés sobre os teus, você dançava e a gente ria. E durante aquela dança eu era a criança mais feliz que existia. Se o tempo nos levasse de volta àquele lugar! A varanda, aquela praça, nós […]

IMG_9111

Mais com menos é menos

Posted on Leave a commentPosted in Vida & Poesia

Há um certo tempo uma amiga me procurou reclamando que o namoro com o tempo esfriou. Não viviam de brigar, mas pareciam não estar mais do jeito que começou. Segundo o que ela me disse a vida estava sem sal, o namoro mais ou menos todo dia era igual. Convivência sem paixão, sem pulsar o coração e ele achava normal. As dúvidas existiam e sempre a atormentavam: ficar ou continuar mesmo do jeito que estavam eu disse que lhe cabia decidir se ficaria ou se ali terminavam. Um dia tive notícias de que haviam se mudado, resolveram morar juntos em um bairro afastado. Era ali um recomeço, […]

IMG_1505

Ser feliz é o que interessa

Posted on Leave a commentPosted in Vida & Poesia

Recebi esta mensagem: “Cansei de ficar sozinha. Queria ter alguém, mas não tenho sorte, não dou certo com ninguém. Por que será que isso acontece? Sou tão sem graça assim pra que ninguém se interesse e não me leve a sério em um relacionamento? A desculpa é que só querem viver algo de momento e não pretendem se apegar. Mas tudo o que eu queria era alguém pra me amar.” Não é a primeira vez que alguém se lamenta assim, parece que o mundo anda numa solidão sem fim. Tanta gente solitária em meio à multidão, mas talvez elas não lembrem de um detalhe em questão. […]

IMG_1509

Se você ama, tente.

Posted on Leave a commentPosted in Vida & Poesia

“Havia quase um ano que estávamos namorando, mas brigamos feio e acabamos terminando. Passei a ir a festas e resolvi me divertir, ele quis voltar e começou a insistir. Porém, não aceitei. Decidi seguir sozinha e novo rumo tomei. Mas um dia, na web, algo me surpreendeu, ele postou uma foto com alguém que não era eu. Aquilo me magoou e meu coração chorou pelo amor que se perdeu. Aquele arrependimento me fez voltar atrás, então ele confirmou que não me queria mais e ficaria com ela. Então me diz, como aceitar uma coisa como aquela? Tenho consciência que o que fiz foi muito errado. Como faço pra voltar a ter o meu namorado?” Toda essa história […]

Foto31

Sobre encontros e desencontros

Posted on Leave a commentPosted in Vida & Poesia

Ela gostava, ele também. Estavam sozinhos, não tinham ninguém. Porém, sem coragem pra se declarar, alimentavam o medo de tentar. E dessa maneira o tempo passou. Nenhum dos dois o amor confessou. Ambos casaram, filhos tiveram. Com outras pessoas se dispuseram. Perderam o contato e nunca sentiram o outro no tato. Uma vida a dois feita sem paixão, dois casamentos por convenção. Até que um dia, anos depois, um reencontro o destino dispôs. Brincavam os netos em um parquinho, o avô chamou com muito carinho. Ela ouviu e estremeceu, aquela voz reconheceu e se voltou para olhar. Mal conseguia acreditar: era seu amado. Foi até ele em passo apressado e em sua frente então parou. “Lembra de mim?” Ela perguntou. Ao se virar […]