IMG_9284

Um dia a gente sobra

Posted on Posted in Cotidiano

Você já teve a sensação de estar sobrando? Num namoro, casamento ou até mesmo em uma amizade? Bom, seja lá como tenha sido, tenho certeza de que esse não é um sentimento muito bom. Ninguém gosta de se sentir um peso a mais, que não cabe ali, que não se encaixa bem ou que não faz diferença. Ninguém quer ficar na gaveta e ir pra estante só em dia de festa. Aliás, ninguém quer ser um enfeite, né? A gente quer mesmo é participar, ser útil, ser bem-vinda, ser cogitada, solicitada. Afinal, quem não gostaria de ser sempre lembrada?

Bom, se você ainda não passou por isso, sinto dizer, mas vai passar. Faz parte. Ninguém é absoluto em nada, seja em que tipo de relação for. Talvez uma hora você tenha sim, sua importância, em determinado momento ou contexto, ou talvez você até consiga se manter importante, mas acredite: nem sempre você será prioridade. Não dá pra ser sempre, porque as coisas mudam, a vida muda, porque há outras pessoas, outras situações, ou porque simplesmente você ficou comum demais e as coisas perderam aquele brilho e encanto que costumavam ter antes. Seja qual for o motivo, você precisa se preparar, porque vai acontecer.

Ninguém é presidente para sempre, nem é capa de revista a vida inteira. Talvez para um ou outro você tenha sim, uma importância permanente, mas isso não significa que você estará no topo ou será fundamental o tempo todo. E isso é algo que precisamos aprender a trabalhar em nós – saber o momento certo de chegar, mas também a hora certa de partir. E caso decida ficar, saiba que você terá que pagar o preço dos “às vezes”. Às vezes dá certo, às vezes te cabe, às vezes a companhia vale. Mas só ás vezes.

Talvez o problema disso tudo esteja ligado à questão de não gostarmos de estar sozinhos + o fato de querermos nos sentir importantes.  É, talvez seja isso. Mas talvez seja também a hora de aprender que o nosso próprio umbigo, por menor que seja, não cabe em todo lugar. Porém, que quando cabe, certamente é onde vale a pena ficar.

Tudo na vida tem prazo de validade. Às vezes acaba e a gente nem se dá conta, fica insistindo, tentando, correndo atrás do que já passou, outras vezes a gente quer permanecer, mesmo sabendo que acabou. É uma questão de decisão, de saber lidar, aceitar ou pegar a bagagem e dar o fora. E temos uma certa mania de querer esperar a melhor hora. Bem, esse texto não tem a finalidade de aconselhar, mas de trazer esse alerta de que um dia as coisas irão sim, mudar. Um dia a gente sobra. Isso vai acontecer a qualquer momento e é inevitável: te trará sofrimento. Mas é a vida, então deixa ser. Tudo o que a gente passa nos traz a chance de crescer. Hoje você sobra, amanhã já é importante. É um ciclo, é a vida, é aprendizado. No fim, vai valer a pena, mesmo tendo chorado. Tem gente que não se importa de ser sobra, outros anseiam por prioridade. Eu só espero receber aquilo que mereço. De verdade.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *